UJR - União Jovem do Rincão - 1978

Pesquisa no site

Apresentação - Futsal Social

futsal

 

Entre as três principais ações desenvolvidas pela UJR/Feevale/Banrisul, destaca-se o Futsal Social. Este Projeto teve início em junho de 2004, através de uma parceria com a Universidade Feevale e, atualmente, é realizado entre o clube, a instituição de ensino e a Prefeitura Municipal de Novo Hamburgo, contando também, com os recursos da Lei de Incentivo ao Esporte, do Governo Federal.

O Futsal Social tem o propósito de colaborar com as famílias e as escolas na formação integral dos alunos atendidos. Esta ação socioesportiva, que é desenvolvida no contraturno escolar, transforma positivamente a vida de 500 crianças e adolescentes, dos 7 aos 16 anos. Participam do projeto meninos e meninas de cinco comunidades periféricas de Novo Hamburgo: Boa Saúde, Santo Afonso, Canudos, Redentora e Roselândia.

Seu objetivo geral é oportunizar a inclusão social e promover a cidadania, através da prática esportiva saudável, num ambiente de relações construtivas, onde a prioridade é a satisfação de todos os participantes na busca do crescimento pessoal e da melhora da autoestima.

Além disso, o Projeto busca dar perspectivas e oportunidades para seus participantes, mas, principalmente, estimula permanentemente a autonomia de seus alunos, para que eles mesmos, através das melhores escolhas, encontrem propósito e direção para suas vidas.

A escolhas dos alunos é realizada pelas escolas da rede pública de ensino, municipais e estaduais, e entidades da Rede de Proteção à Criança e ao Adolescente do Município, considerando os seguintes critérios: vulnerabilidade socioeconômica, gosto pelo esporte, necessidade de socialização e, preferencialmente, que tenham menos acesso a outras ações de contraturno.

Com uma equipe de trabalho composta por 21 profissionais de diversas áreas (Educação Física, Assistência Social, Psicologia, Pedagogia, Administração) uma série de atividades são oferecidas aos alunos, com o objetivo de que estes permaneçam o máximo de tempo possível próximos desta equipe, a fim de desenvolverem aspectos humanos, sociais e esportivos importantes para sua felicidade.

As aulas acontecem duas vezes por semana, no contra turno escolar, com duração de 1h15min cada, conforme relação abaixo:

 8h30min – meninos com 7, 8, 9, 10 e 11 anos;
 9h45min – meninos com 12, 13, 14, 15 e 16 anos;
 13h30min – meninas dos 10 aos 16 anos;
 14h45min – meninos com 7, 8, 9, 10 e 11 anos;
 16h – meninos com 12, 13, 14, 15 e 16 anos;

Além das aulas, uma série de ações complementares são oferecidas aos alunos:

 Camiseta, calção, meia, tênis, moletom e boné entregues para todos os participantes, buscando gerar sentimento de pertencimento nos mesmos;
 Jogos de integração entre os núcleos realizados mensalmente;
 Encontros por categoria (Sub-9, Sub-11, Sub-13 e Sub-15);
 Encontros femininos;
 Campeonato Regional da UJR/Feevale/Banrisul;
 Treinos e jogos das seleções do projeto (Sub-11, Sub-13 e Sub-15), onde disputa-se a Copa Feevale de Futsal (maior competição da região);
 Encaminhamento de alunos com potencial competitivo para as Categorias de Base da UJR/Feevale/Banrisul, para disputa do Campeonato Estadual;
 Eventos extras e datas comemorativas (Dia da Criança, Aniversário do Projeto);

Além destas atividades, que são direcionadas aos alunos, o Futsal Social conta com uma série de atividades estruturantes, que são um diferencial do projeto:

 Reuniões semanais da equipe de trabalho;
 Contato permanente com as escolas (mensal), para troca de informações sobre os alunos;
 Visitas domiciliares;
 Encontros entre escola, família e projeto;
 Conversas com alunos nas escolas;
 Controle das evasões;
 Plenárias do Conselho Municipal do Direitos da Criança e do Adolescente (CMD), Conselho Municipal de Desporto (CMD), Conselho Municipal do Idoso (CMDCI), Conselho Municipal de Assistência Social (COMAS);
 Visitas à entidades profissionalizantes;
 Encaminhamento de alunos para o Jovem Aprendiz, na ASBEM, no SENAI e na Universidade Feevale, além do Projeto Pescar da Fundação Xavier Kuntz.

Participação mensal nas reuniões da Rede de Proteção à Criança e ao Adolescente, divididas por território no município, onde busca-se através do trabalho em rede, encontrar as melhores soluções e acrescentar positivamente na vida dos alunos da rede pública de ensino, especialmente os mais vulneráveis.

Patrocinadores